EVANGELISMO E DISCIPULADO

Os discípulos de Cristo receberam a incumbência de evangelizar o mundo e fazer discípulos de todas as nações: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Marcos 16:15); “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações.” (Mateus 28:19) Indo, eles teriam Sua efetiva companhia: “E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.” (Mateus 28:20)

A primeira palavra dos textos acima é “Ide”. Jesus nos manda tomar a iniciativa de ir e contatar pessoas a fim de conduzi-las à mudança de vida e à salvação eterna. Isto indica ação, que chamamos de evangelismo e discipulado.

Jesus não disse ao mundo e às nações para irem à igreja, mas disse à igreja para ir a todo o mundo e a todas as nações. Cabe a igreja, então, a iniciativa de ir e procurar relacionar-se com pessoas e famílias, visando alcançá-las para Cristo. Sua incumbência é evangelizar o mundo. E sua missão consiste em levar as pessoas à conversão e batizá-las para fazerem parte da igreja de Cristo, ensinando-as a viver segundo os Seus ensinamentos.

O relacionamento primeiramente é para conhecer e se fazer conhecido das pessoas, de forma a despertar-lhes a confiança e captar a amizade delas. Isto se dá procurando amá-las como descrito em 1 Coríntios 13: amor absolutamente desinteressado, que nada mais quer senão ajudar, servir e abençoar. É necessário então que os evangelistas e discipuladores amem e tenham compaixão das pessoas. Isto só se adquire indo e se relacionando com elas.

Nossas prioridades devem ser as coisas do reino de Deus. E quais são elas? Em primeiro lugar entendemos ser o nosso testemunho como cristãos. Jesus disse em João 15:16: “Eu vos escolhi a vós outros, e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça."

Fomos escolhidos por Cristo e designados por Ele para a ação de ir e dar fruto. Estamos preparados pelo Espírito Santo para cumprirmos essa nossa missão. Ele nos concedeu os dons espirituais, para nos capacitar a influenciar pessoas. É uma atribuição especial de Cristo que temos de cumprir durante a nossa estada aqui na terra.

E quando nos dispomos a colocar em ação o uso de toda essa capacitação que nos foi dada, experimentamos um crescimento espiritual maravilhoso. Pois fomos criados para servir. Servir é o fator essencial e indispensável para o nosso crescimento espiritual. Ganhamos uma alegria contagiante. E desfrutamos de uma responsabilidade valorosa.

Fazemos parte de uma equipe. Uma equipe que nos inspira a estar juntos. Pois sempre se enche da autoridade e do poder que foi dado a Cristo Jesus. E Ele nos concedeu a graça: “Vós sois o sal da terra.” (Mateus 5:13) E que sabor tem o sal! Não podemos perder esse sabor. Vamos logo a todo o mundo pregar o evangelho a toda criatura. Vamos logo fazer discípulos de todas as nações.

Abílio Chagas